Taubaté segue devendo uma demonstração de força

O Taubaté novamente ficou devendo uma demonstração de força como candidato às semifinais do Paulista da Série A-2 . Na visita deste sábado ao Votuporanguense, esteve duas vezes em vantagem no placar, mas cedeu um empate por 2 a 2 a um adversário mais preocupado com os riscos de rebaixamento. Agora, espera os demais resultados da rodada para calcular o prejuízo de uma soma de apenas dois pontos nas três últimas partidas.

Mesmo como visitante, o Taubaté começou a partida buscando o ataque e equilibrando as ações. Como recompensa, abriu o placar, aos 11 minutos. Em uma boa trama ofensiva, o lateral-direito Gabriel recebeu ótimo passe invertido do meia Cassinho, invadiu a área e cruzou por baixo. O atacante Everton, como fez em gols anteriores, chegou com velocidade entre os defensores e bem posicionado para uma finalização de primeira.

Instigado, o Votuporanguense foi à frente. O Taubaté, sem conseguir uma interessante de posse de bola, acabou cedendo o empate, aos 23. O meia Elvinho fez boa jogada pela esquerda, escapou dos marcadores e aprofundou para Anderson Cavalo ir ao fundo e mandar um passe recuado. O meia Paulo Josué, chegando chegando de frente, concluiu.

Igualando a contagem em uma tarde de muito calor, o Votuporanguense desacelerou e a partida voltou a ficar equilibrada. E sem maiores chances de gol, chegou ao intervalo.

Quando o  segundo tempo começou, sob forte chuva, o time da casa exigiu uma boa defesa do goleiro Célio Gabriel em cobrança de falta. Mas o Taubaté, na primeira boa descida, desempatou, aos 6 minutos. Caíque arrancou e acionou Tiago Tremonti para cruzar e novamente ver Everton surgir entre os zagueiros e concluir com oportunismo.

Como no primeiro tempo, o Taubaté não conseguiu manter a vantagem no placar por muito tempo. Aos 23 minutos, Uálisson Pikachu escapou pela direita e cruzou. Na segunda trave, o atacante Anderson Cavalo fechou e concluiu com uma cabeçada bem colocada.

Os taubateanos sentiram o gol e o time da casa teve duas boas chances seguidas para inverter o placar. Na primeira, a defesa deixou Anderson Cavalo escapar livre e tentar por cobertura na saída do goleiro, errando o chute.

O técnico  Evaristo Piza passou a utilizar as suas substituições, colocando o atacante Rychely, o estreante volante Vitor Rossini e o meia-atacante Leo Aro. E aos 42 minutos, Vitor Rossini quase desempatou, cabeceando para fora um bom cruzamento de Nildo.

Como o empate era ruim para os dois, não faltaram tentativas até o final dos cinco minutos de acréscimos. E antes do último apito, o atacante votuporanguense Nathan fez uma falta violenta em Caíque e foi expulso com cartão vermelho direto.

O Taubaté voltará a campo na próxima quinta-feira, às 19h15, recebendo o Guarani. Depois, no outro domingo, dia 2 de abril, visitará o Penapolense.

Os times

Os times

O Taubaté, dirigido pelo técnico Evaristo Piza, formou com: Célio Gabriel; Gabriel (Vitor Rossini 32´/2º), Edgar, Eder e Luís Felipe; Alan Mota e Nildo; Caíque, Cassinho (Leo Aro 39´/2º)  e Tiago Tremonti (Rychely 29´/2º) ; Everton.

O Votuporanguense, do técnico Gilberto Pereira: Vitor Prada; Douglas (Pacheco 27´/2º), Marcelo Godri, Marcão e Kleber (Uálisson Pikachu 17´/2º); Xaves, Diogo Marzagão, Paulo Josué e Elvinho; Anderson Cavalo e Thiago Miracema (Nathan 33´/1º).

Na nova Arena Plínio Marin, o árbitro foi Leonardo Ferreira Lima, com os assistentes Risser Jarussi Corrêa e Leonardo Tadeu Pedro. O quarto árbitro: Rogério dos Santos Laranjeira.

Comments

comments