Home / Basquete / Promessa do basquete vai à Europa
Leonardo Colimério (à direita, em pé) comemorando uma conquista (Foto: arquivo pessoal)

Promessa do basquete vai à Europa

Promessa das categorias de base do São José Basketball, o ala-armador Leonardo Colmério terá uma excelente oportunidade de exibir as qualidades e abrir uma carreira internacional na Europa.

Confira no material enviado por Thiago Fadini, da assessoria de Imprensa da secretaria de Esporte e Qualidade de Vida.

Aos 16 anos, Leonardo Teodoro de Souza Colimério, formado no Programa Atleta Cidadão, se sentirá mais próximo da NBA – liga americana de basquete – sem ainda nem ter completado o ensino médio.

O ala-armador da base joseense foi convidado para participar do 15º Adidas Eurocamp 2017, único evento oficial da melhor liga de basquete do mundo fora dos Estados Unidos. O camp (acampamento, em inglês) acontecerá entre 9 e 11 de junho, na cidade de Treviso, na Itália.

O Eurocamp é considerado um ‘pre-draft’, evento da NBA realizado antes do ‘draft’, que reúne novos talentos de todas as partes dos EUA e do mundo para análise e escolha de jogadores pelos times principais da liga. A viagem e a estadia do jogador serão bancadas pela organização.

“Alguns olheiros de São Paulo me viram e no final do ano passado eles pediram que eu mandasse um vídeo com os melhores momentos, fiz e mandei. Nessa última semana eles receberam o vídeo e me convocaram pra ir”, contou o jogador de 1,96 metro de altura.

Leo vai se encontrar com outros 20 atletas de toda a Europa e será o único sul-americano do evento. O joseense está na seleta lista de brasileiros privilegiados que receberam o mesmo convite, entre eles os que estão atualmente em times da NBA: Raulzinho (Utah Jazz), Lucas Bebê (Toronto Raptors) e Cristiano Felício (Chicago Bulls).

O joseense entrou no Programa Atleta Cidadão com 11 anos. Ele é integrante da equipe sub-17 e treina diariamente com o time sub-22 do Fadenp (Fundo de Apoio ao Desporto Não Profissional). Hoje, ele vê a importância do trabalho realizado pela equipe técnica ao longo dos anos com o seu próprio desenvolvimento.

“Comecei a jogar, gostei e não parei mais. A cidade é boa, o apoio é essencial de todo mundo, da Prefeitura, da minha família e até hoje estou aqui. Amo jogar basquete e amo essa cidade”, disse.

“Só tenho a agradecer a toda comissão, todos os treinamentos, pela paciência de pegar pequenininho e até hoje trabalhar duro em todos os fundamentos e nos sermões pra melhorar”, completou Leo Colimério.

O corpo de coordenadores do evento será composto por assistentes técnicos de sete equipes da NBA: Toronto Raptors, Minnesota Timberwolves, Dallas Mavericks, Denver Nuggets, Milwaukee Bucks, Chicago Bull e Orlando Magic. O diretor técnico será o membro da comissão do time do Indiana Pacers, Bill Bayno.

Frio na barriga

Em 15 anos de evento, 93 atletas que participaram do Eurocamp foram escolhidos na primeira ou segunda rodada do draft para a NBA, o que mostra prestígio por parte das equipes.

Atualmente, 43 jogadores que saíram do camp têm contratos com a NBA e outros 64 disputam a EuroLeague Basketball – competição europeia, considerada a segunda melhor do mundo. O frio na barriga de ansiedade já está tomando conta do integrante da equipe sub-17 de São José dos Campos.

“Creio eu que vou encontrar uns caras mais velhos que eu. Acho que serei um dos mais novos de lá. A maioria é da Europa e dos Estados Unidos, caras que tem o dobro do meu peso, maiores, mais experiência no basquete. Mas espero que consiga fazer um bom torneio pra representar a cidade e o país”, falou Leo.

Sob os olhares atentos dos avaliadores credenciados pela NBA, Colimério espera se destacar para um dia chegar a liga americana de basquete.

“Meu plano é conseguir o mais rápido possível jogar numa liga top. Sonho em jogar na NBA, claro, mas se não der quero jogar na Europa e no Brasil. Quem sabe ser um ídolo lá (NBA)?”, afirmou.

E como todo atleta de alto nível, Leo também tem ídolos em que se espelha, entre eles o irmão Lucas Colimério, também formado no Atleta Cidadão e que atualmente joga pelo time do Paulistano. “Me espelho aqui no Brasil no meu irmão, mas lá fora me inspiro no LeBron James (do Cleveland Cavaliers)”, contou.

Comments

comments

Confira Também!

Yoka perde fora e Taubaté joga em casa

A semana do futsal da região começou com uma derrota na noite de sexta-feira. Pela …