São José e Manthiqueira têm reencontro

Os dois times da região souberam valorizar o reencontro pela última rodada da fase inicial do Paulista da Segunda (4ª) Divisão. Neste domingo, às 10h, o São José recebe o Manthiqueira de Guaratinguetá no estádio Martins Pereira e o jogo vale a primeira colocação do Grupo 4.

Superando as dificuldades de orçamento bem enxutos e expandindo as limitações, São José e Manthiqueira foram competentes nas 13 rodadas já realizadas. Anteciparam a conquista da vaga, evoluíram no rendimento, conseguiram crédito com a torcida e souberam valorizar os dois confrontos do turno e returno de um grupo regionalizado.

O São José tirou o Grêmio Mauaense da liderança na quarta rodada e o Manthiqueira agradeceu. O time de Guaratinguetá assumiu a primeira colocação e conseguiu sustentar a ponta quando recebeu os joseenses pela sétima rodada e venceu por 2 a 1.

Entre os quatro melhores da zona de classificação, os dois times anteciparam vaga na segunda fase e ainda chegaram na última rodada em uma interessante disputa pelo primeiro lugar. O Manthiqueira, com 25 pontos, terá a vantagem do empate no reencontro deste domingo. O São José, com 23, precisará vencer para ultrapassar o concorrente totalizando 26 pontos. Empatando, o time joseense terminará na segunda posição, com 24 pontos. Perdendo, continuará em terceiro, porque o Mauaense, que folga na tabela da rodada, também soma 23 pontos e com um saldo de gols melhor.

Além de deixar o time mais animado para os próximos desafios, a primeira colocação do grupo oferece vantagens. Na segunda-feira haverá um sorteio para a distribuição das equipes na próxima fase que terá quatro quadrangulares valendo duas vagas cada. E os primeiros colocados de cada um dos quatro grupos atuais cairão em chaves diferentes, assim como os que passarem como segundos, terceiros e quartos.

Para o São José, subir da atual terceira colocação também seria importante. Nos quadrangulares das competições promovidas pela Federação Paulista de Futebol, os dois melhores por classificação anterior ou campanha geral sempre fazem a última partida em casa.

Os times

A classificação antecipada possibilitou um trabalho para zerar cartões de quase todos os jogadores pendurados. No São José, o lateral-direito Josué, o zagueiro Cazu, o lateral esquerdo Paulinho Graça, o volante-lateral Léo Félix e o atacante Ruero voltam de suspensão automática. No Manthiqueira, o zagueiro Felipe Gomes, o meio-campista Dener e o atacante Pedrinho são os que retornam.

O meia joseense Matheus Carioca já voltou a treinar depois de imobilizar a mão por causa de uma fissura no dedo. No entanto, continuará afastado, recuperando o seu melhor condicionamento. Na equipe de Guaratinguetá, o volante Lucas Xandão e o atacante Lucas Batatas devem continuar vetados por contusão.

Com opções de mudanças e também planos táticos específicos para o jogo, os dois técnicos não divulgaram a escalação. José Francisco Oliveira, no São José, tem Léo Félix, Sydney, Gustavo e Zé Marcelo para a vaga deixada por Matheus Carioca. No Manthiqueira, Luís Felipe pode explorar a versatilidade do zagueiro Léo Turbo e do lateral esquerdo Luciano Pit em setores diferentes.

Uma quase certa do São José: Robert; Josué, Cazu, Lucas Carioca e Paulinho Graça; (Léo Félix ou Sydney), Bruno, Anderson e Victor Feijão; Ruero e Brener.

Uma provável do Manthiqueira: Adalberto; Guilherme Cururu, Felipe Gomes, Léo Turbo e (Luciano Pit ou Ruan); Vitor Ono, Alex Kleber, Dener e (Luciano Pit ou Giovani); Pedinho e Igor.

Ingressos e arbitragem

Nos jogos do São José no Martins Pereira, a arquibancada custa R$ 20 e a cadeira, R$ 30. O torcedor que aproveitou a promoção da venda antecipada teve um desconto de 50%. Estudantes, aposentados e professores da rede pública têm direito à meia-entrada.

O árbitro será Lucas Canetto Bellote, com os assistentes Leandro Almeida dos Santos e Thiago Henrique Almeida Alborghetti. O quarto árbitro: Hemerson Jose Nicoli de Campos.

No primeiro turno

Sobre o confronto anterior, o Jogando Juntos apresentou o seguinte texto.

A primeira partida da história entre o Manthiqueira e o São José ficará marcada por uma virada no placar. Os joseenses dominaram o jogo, mas não tiveram competência para ampliar uma vantagem de 1 a 0. No final, fazendo dois gols em dois minutos, a equipe de Guaratinguetá festejou muito com a torcida e os visitantes saíram reclamando da arbitragem.

O resultado do jogo da tarde deste sábado (20 de maio), que atraiu um público razoável ao estádio Dario Rodrigues Leite, deixou o Manthiqueira como líder disparado do Grupo 4 do Paulista da Segunda (4ª) Divisão. E no fechamento do primeiro turno, fez o São José descer da segunda para a terceira colocação.

Mesmo fora de casa, o São José começou no ataque e rapidamente percebeu que a defesa do Manthiqueira não fazia uma boa marcação. E na terceira investida, aos 6 minutos, o time joseense abriu o placar. O atacante Ruero sentiu que uma infiltração pela meia direita poderia render um bom passe. E quando a bola chegou, chutou cruzado, por baixo e com devida força para também vencer a desesperada ação do lateral direito Guilherme Cururu, que tentou salvar em cima da risca.

O Manthiqueira sentiu a desvantagem e mesmo quando conseguia criar um volume de jogo ofensivo, não exigia defesas do goleiro Robert. No outro lado do campo, o São José foi desperdiçando inúmeras oportunidades para fazer um segundo gol e praticamente liquidar o adversário.

Aos 41 minutos do segundo tempo, na área joseense, uma bola estava ainda descendo quado houve um raspão entre o lateral visitante Anderson Júnior e o atacante Giovani. O árbitro Renan Carvalho de Faria interpretou como pênalti e irritou os joseenses.

Tranquilo na cobrança, o zagueiro Léo Turbo mandou no canto direito, rasteiro e além do alcance do goleiro.

Com o alívio do empate e a torcida inflamada, o Manthiqueira apertou a marcação em um saída de jogo do São José, aos 44 minutos. O goleiro Robert errou o passe e deu um presente para o atacante Pedrinho chutar da entrada da área, da meia esquerda e acertar o canto direito, fazendo 2 a 1.

Nos cinco minutos de acréscimos, a tensão provocou confusões e expulsões de dois jogadores que estavam advertidos com cartão amarelo. Pedrinho foi o primeiro e o meia joseense Matheus Carioca, o segundo.

Os times

O Manthiqueira, do técnico Damaceno Fidélis, atuou com: Adalberto; Guilherme Cururu, Felipe Gomes (Fábio – intervalo), Léo Turbo e Luciano Pit; Lucas Xandão, Dener, Kleber e Gustavo Herique (Felipe Garcia 32´/2º); Pedrinho e Lucas Batata (Giovani 20´/2º).

O São José, do técnico José Francisco Oliveira: Robert; Léo Félix (Anderson Júnior 29´/1º), Josué, Cazu e Paulinho Graça; Bruno, Anderson, Matheus Carioca e Victor Feijão (Sydney 32´/2º); Ruero e Matheus Rebé (Gustavo 10´/2º).

O árbitro foi Humberto José Júnior, com os assistentes Luiz Fernando de Morais e Ricardo Luís Bruzzi. O quarto árbitro: Carlos Eduardo Gomes.

O jogo (na foto) teve 849 torcedores pagantes e renda de R$ 7.090,00.

Comments

comments