São José vence e termina em primeiro

No confronto regional que valia o primeiro lugar no fechamento da fase inicial do Campeonato Paulista da Segunda (4ª) Divisão, o São José aproveitou a oportunidade de uma revanche contra o Manthiqueira de Guaratinguetá e venceu por 3 a 2. Na manhã deste domingo, o gol que garantiu a festa da torcida joseense no Martins Pereira surgiu nos acréscimos.

Em casa, o São José tentou impor um volume de jogo ofensivo desde os primeiros movimentos e o Manthiqueira aceitou a opção dos contragolpes. E quando o time joseense passava a levar perigo para o goleiro Adalberto, que aos 17 minutos desviou a escanteio um chute cruzado de Ruero, o time de Guaratinguetá abriu o placar.

Aos 19, o São José perdeu a bola ao tentar um cobrança de escanteio ensaiada. O Manthiqueira, desde o desarme, fez tudo certo no contra-ataque. Da meia direita e da entrada da área, o versátil Luciano Pit acertou um chute na medida, em diagonal, no ângulo direito.

Depois de alguns minutos, o São José assimilou o golpe e passou a insistir nas ações ofensivas. E quando parecia que o Manthiqueira iria controlar a vantagem até o intervalo, surgiu o empate. Aos 46, o volante Léo Félix deu sequência a uma boa investida do lateral direito Josué e mandou um chuto cruzado e pelo alto.

Diferente

O Manthiqueira começou o segundo tempo atacando e surpreendendo o São José. No entanto, aos 9 minutos, perdeu o volante Dener, expulso por segundo cartão amarelo. O jogador estava pendurado desde o início da partida, quando o time joseense atacava e ele agarrou um adversário pela camisa.

Explorando a vantagem numérica, o São José virou o placar, aos 13 minutos. Brener levantou em diagonal da esquerda, Ruero cabeceou para uma arrojada defesa de Adalberto e Léo Félix, oportunista, chutou a sobra para dentro, marcando outra vez e virando o artilheiro da partida.

O time joseense teve boas chances para liquidar o rival, mas por excesso de preciosismo ou falta de contundência, foi desperdiçando as oportunidades. O Manthiqueira, sempre na disputa, foi buscar o empate, aos 41. O lateral direito Guilherme Cururu desceu ao fundo pela direita e cruzou por baixo, encontrando o versátil capitão Léo Turbo fechando na entrada da pequena área.

No primeiro dos quatro minutos de acréscimos, o São José novamente desempatou e fazendo o gol da vitória. Victor Feijão cobrou um escanteio da direita e o volante Bruno, livre de marcação, foi preciso ao cabecear no canto direito.

Com a vitória por 3 a 2, o São José foi de 23 pontos a 26 e ultrapassou o Manthiqueira, que permaneceu com 25.

Os times

O São José, do técnico José Francisco Oliveira, formou com: Robert; Josué (Sydney 24´/2º), Cazu, Lucas Carioca e Paulinho Graça; Bruno, Anderson, Léo Félix (Zé Marcelo 17´/2º) e Victor Feijão; Ruero (Gustavo 30´/2º) e Brener.

O Manthiqueira, do técnico Luís Felipe Domingos: Adalberto; Guilherme Cururu, Victor Clamente, Félix Gomes e Felipe Garcia (Giovani – intervalo); Alex Kleber, Dener, Léo Turbo e Luciano Pit; Pedrinho e Igor (Fábio 16´/2º).

O árbitro foi Lucas Canetto Bellote, com os assistentes Leandro Almeida dos Santos e Thiago Henrique Almeida Alborghetti. O quarto árbitro: Hemerson Jose Nicoli de Campos.

Nas advertências, além da expulsão de Dener, receberam cartão amarelo: Cazu, Lucas Carioca, Paulinho Graça, Anderson, Victor Feijão, Guilherme Cururu, Léo Turbo e Igor.

O São José anunciou um público pagante de 344 torcedores e com renda de R$ 5.055,00. O borderô oficial ainda será divulgado pela Federação Paulista de Futebol.

Na foto (de Rodolfo Moreira/Jornal Joseense), Zé Marcelo entre jogadores do Manthiqueira.

Comments

comments