São José abre fase empatando fora de casa

O São José somou um ponto interessante no primeiro jogo pela segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda (4ª) Divisão. Na tarde deste domingo, empatou por 0 a 0 como visitante do Itararé. Na outra partida do quadrangular que vale duas vagas nas quartas de final, o Osasco FC recebeu o Brasilis de Águas de Lindoia pela manhã e venceu por 2 a 1.

No estádio Virgínio Holtz, que tem um campo com dimensões reduzidas, os dois times fizeram um primeiro tempo de disputa acirrada e nenhuma boa jogada que pudesse terminar em gol. E quando a bola chegou na rede, aos 9 minutos, o lance já estava interrompido.

A decisão da arbitragem, que marcou impedimento, deixou dúvidas em uma falta cobrada pelo São José. Da meia esquerda, Victor Feijão lançou em diagonal. Aparentemente vindo de trás, Matheus Carioca mandou uma cabeçada pelo alto e o goleiro falhou ao tentar defender.

Depois, o São José não chegou mais e o Itararé, incentivado pela torcida, criou um razoável volume de jogo ofensivo. Todavia, por causa da grande quantidade de faltas, ficou explorando o histórico do meia Romarinho, o seu cobrador de bola parada.

Ainda no primeiro tempo, aos 31 minutos, o São José perdeu o volante Bruno, que caiu no gramado e aparentemente se sentindo mal. O meio-campista Gustavo, menos marcador e mais organizador de jogo, entrou na substituição.

Na volta do intervalo, o Itararé tentou pressionar e levou perigo em duas faltas que Romarinho cobrou em diagonal e fez a passar por todos e sair raspando a trave.

Aos 15, em sua primeira jogada mais incisiva, o São José assustou a torcida local. Invadindo a área pela meia direita, Victor Feijão passou por três adversários e cruzou por baixo. Na pequena área, Ruero tentou de letra e o desvio foi muito aberto, para fora, à direita.

O lance melhorou a partida e o Itararé, em jogada trabalhada, também criou uma ótima oportunidade em condições parecidas. Aos 20, um passe da direita e da linha de fundo foi bem finalizado pelo atacante Gilcimar. Um chute frontal e com grande defesa de Robert no canto direito.

Reforços do São José que começaram na reserva, Thiago Seiji e Ian entraram e ajudaram o time a incomodar a defesa adversária. Dessa forma, mesmo com cinco minutos de acréscimos, o Itararé não teve a posse de bola necessária para tentar impor uma grande pressão.

Os times

O São José, do técnico José Francisco de Oliveira, atuou com: Robert; Léo Félix, Josué, Kazu e Paulinho Graça; Bruno (Gustavo 31´/1º), Sydney, Matheus Carioca e Victor Feijão (Ian 35´/2º); Ruero (Thiago Seiji 24´/2º) e Brener.

O Itararé, do técnico Odirlei Maurem: Yuri; Lucas Rã (Gonzaga 42´/2º), Rômulo, Pedrão e Bruno Gaúcho; João Itararé (Luiggi 19´/2º), Keitá, Romarinho, e Matheus Lima; Zé Lucas e Gilcimar (Lucas Brisson 42´/2º).

No estádio Virgínio Holtz, que um público pagantes de 753 torcedores, o árbitro foi Cesar Luís de Oliveira, com os assistentes Maurício Helder Luiz Alexandrino e Paulo Márcio Carmo Hergesel. O quarto árbitro: Samuel Aguilar de Lima.

Na segunda rodada, o São José receberá o Osasco no dia 25, uma terça-feira, às 20h. O jogo seria no domingo, dias 23, mas o estádio Martins Pereira já estava reservado a um evento religioso. A outra partida, com o Brasilis recebendo o Itararé em Águas de Lindoia, será no dia 23, domingo, às 10h.

Na foto (Reprodução/TV FPF), o joseense Victor Feijão vai levantar uma falta na área do Itararé.

Comments

comments