Paratletismo de Taubaté busca novas conquistas

O paratletismo taubateano segue participando de competições importantes e buscando novos resultados expressivos. Nesta semana, mais uma equipe estará em ação no principal espaço brasileiro de disputas.

Confira no material de Ronaldo Casarin, da assessoria de Imprensa do Programa Esporte Para Todos.

Cinco paratletas do time do Programa esporte Para Todos disputarão esta semana os Jogos Paralímpicos Universitários, que serão realizados nas dependências do Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Os Jogos Paralímpicos Universitários 2017 são organizados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) em parceria com a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e acontecem de 26 a 30 de julho.

Esta é a segunda edição dos Jogos. Para este ano, além das modalidades atletismo, natação, bocha, judô e tênis de mesa, estão inclusos no programa o tênis em cadeira de rodas e badminton. Ao todo, são esperados cerca de 400 atletas nas sete modalidades disponíveis.

​Os atletas taubateanos que estarão em ação são: Larissa da Silva Oliveira (Natação), Fabiano Fernandes Ivo (Atletismo), Andrea Aparecida dos Santos (Atletismo), Luiz Henrique de Paula Lica (Atletismo) e Kaian da Silva (Atletismo e Badminton).

Para o vice-presidente do CPB, Ivaldo Brandão, a ideia dos Jogos Universitários é seguir o fortalecimento paradesportivo do Brasil desde a base. “Vimos que existia esse hiato entre o esporte escolar e o alto rendimento. Alguns atletas paravam de treinar para entrar em uma universidade, outros largavam a universidade porque precisavam treinar. Então esta é uma forma até de as instituições de ensino superior do país incentivarem a prática esportiva entre os alunos com alguma deficiência física. Acredito que os Jogos Universitários serão muito importantes para que não tenha que haver essa escolha entre treinar ou estudar”, resumiu.

Para Guto Nascimento, treinador da equipe do Programa Esporte Para Todos, o evento é mais uma chance dos paratletas da cidade ganharem experiência em competição. “Nosso pessoal compete bastante, mas a chance de estar neste evento universitário também tem grande valor. Nossa temporada de competições está em pleno andamento, e os Jogos Universitários servem como mais uma vivência competitiva para eles. Vamos para os Jogos em busca de medalhas e bons resultados.”, disse.

O Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro fica na Rodovia dos Imigrantes KM 11,5, s/n – Vila Guarani, São Paulo – SP.

Na foto (de Ronaldo Casarin/TimeEPT), taubateanos no Centro de Treinamento Paralímpico.

Comments

comments