Times da região podem atuar com ataque diferente

Os três times da região que jogam neste fim de semana podem ir a campo com um ataque diferente. No Campeonato Paulista da Segunda (4ª) Divisão, São José e Manthiqueira serão obrigados a mudar por suspensão automática. Na Copa Paulista, o Taubaté aguarda a inscrição de um reforço.

No domingo passado, quando o São José foi visitar o Brasilis de Águas de Lindoia e voltou com uma vitória por 2 a 1, o atacante Brener fez o segundo gol joseense e depois, por calçar um adversário durante a disputa de bola, foi advertido com cartão amarelo. Acumulando três, ficou automaticamente suspenso para receber o mesmo adversário, domingo, às 10h, no estádio Martins Pereira.

No dia anterior e por outro grupo do mesmo campeonato, o Manthiqueira recebeu o Primavera de Indaiatuba e perdeu por 2 a 0. Irritados com uma arbitragem que permitiu o segundo gol do adversário em um lance no qual o pênalti surgiu com o atacante recebendo em impedimento e derrubado fora da área, alguns jogadores da equipe de Guaratinguetá foram ásperos nos protestos. E Pedrinho, quando reclamou, recebeu cartão amarelo, o sexto do campeonato, completando a segunda série de três.

Na Copa Paulista, antes de receber a Portuguesa e perder por 1 a 0 na sexta-feira da semana passada, o Taubaté anunciou a contratação do atacante Jô, ex-Capivivariano, Mogi Mirim e Marília. O novo reforço veio para ser o jogador de área que o elenco ainda não possuía. Treinando com os demais, aguarda documentação regularizada para ter condições de aproveitamento neste sábado, às 15h, em São Paulo e com visita ao Nacional.

Opções

Opções

No São José, o atacante Thiago Seiji é a primeira opção para o lugar de Brener. Reforço inscrito para a atual segunda fase do campeonato, o ex-jogador do Grêmio Osasco participou das três partidas já disputadas no primeiro turno do quadrangular do Grupo 6. Em todas, entrou durante o decorrer do segundo tempo.

Outras opções do técnico José Francisco Oliveira são Zé Marcelo e Matheus Rebé. Ambos chegaram depois das primeiras rodadas e já foram aproveitados em algumas ocasiões. O primeiro é um atacante de área, opção tática diferente para um jogo em casa. O segundo chegou a ser titular no início e recentemente, quando estava para ganhar uma nova oportunidade, sofreu uma contusão leve.

No Manthiqueira, a saída de Pedrinho poderá abrir espaço para Lucas Batata resgatar a titularidade. O jogador sofreu uma contusão muscular na fase de classificação e reapareceu no sábado passado, entre os reservas. Durante o intervalo e com o time perdendo por 1 a 0, o técnico Luís Felipe Domingos promoveu duas substituições. Em uma delas, Lucas Batata entrou no lugar do lateral esquerdo Ruan e provocou a deslocação do versátil Luciano Pit, da meia para a lateral.

Na formação utilizada pelo Taubaté nas seis partidas já disputadas, o versátil meia Gabriel foi o atacante mais centralizado e com Chuck atuando pelos lados. E durante a partida com a Portuguesa, saiu substituído por Renan Xavier e com o time já perdendo por 1 a 0.

O técnico Alexandre Ferreira ainda não antecipou de que forma pretende contar com Jô na partida contra o Nacional. O treinador também não sabe se a documentação do jogador ficará pronta a tempo. O prazo termina no início da noite desta sexta-feira, quando a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) fechar o expediente semanal.

Na foto (Reprodução/Bola Paulista), Pedrinho conversa com o goleiro reserva João Victor ao comemorar um gol marcado no União de Mogi das Cruzes.

Comments

comments