Manthiqueira é campeão e tem festa completa

O Manthiqueira de Guaratinguetá completou a festa do acesso à Série A-3, pois também conquistou o título do Paulista da Segunda (4ª) Divisão. Na tarde deste sábado, recebeu o Esporte Clube São Bernardo pela partida de volta das finais e venceu por 2 a 1. Nem precisou explorar a vantagem do empate após o placar de 1 a 1 no sábado anterior e como visitante do jogo de ida.

Sem desfalques por contusão ou suspensão, os dois técnicos confirmaram a previsão e repetiram as escalações. No estádio Dario Rodrigues Leite, também o grande público esperado. Foram 5.119 torcedores pagantes que determinaram o maior do campeonato e sem a necessidade de esperar o apito final para o grito de campeão.

Mesmo com a vantagem do empate, o Manthiqueira começou atacando e abriu o placar, aos 6 minutos. Após um passe rasteiro da direita e para o meio da área, o volante Léo Costa, meio de virada, chutou de primeira, por baixo e acertou o canto direito.

No embalo, o time de Guaratinguetá ampliou 11 minutos depois. Apertando a marcação após uma cobrança de escanteio, o volante Vitor Ono chutou em diagonal da meia esquerda e um desvio deslocou o goleiro.

No minuto seguinte, o São Bernardo mostrou que também poderia causar problemas para a defesa local. Eric Mamer sobrou livre na área ao invadir pela meia direita e chutou em cima do goleiro Adalberto, que por sua vez, conseguiu uma grande defesa.

Em um escanteio da esquerda, o time visitante quase marcou, aos 28. Livre na primeira trave, o atacante Pedro Hulk desviou de cabeça e a bola bateu no travessão.

De novo pelo alto, aos 33 minutos, o São Bernardo conseguiu o seu gol. Em uma falta bem aberta da esquerda, um levantamento longo, em diagonal foi bem aproveitado pelo zagueiro Allan Bahia, chegando com imposição e mandando uma cabeçada forte.

O primeiro tempo terminou 2 a 1, mas outros gols poderiam ter saído. Os dois times foram ofensivos e justificaram a condição de finalistas.

No intervalo, o técnico do São Bernardo, Ricardo Costa, fez duas substituições. No ataque, Bessa entrou por Eric Mamer e o lateral-esquerdo Rômulo abriu espaço para Victor Luís.

Com pouco mais de 10 minutos, o técnico do Manthiqueira, Luís Felipe Domingos, também fez duas mudanças. O atacante Lucas Batata saiu pelo zagueiro Victor Clemente e o atacante Lucas Lima deixou a posição para o meio-campista Dener.

O time de Guaratinguetá preferiu apostar na sua resistência defensiva e o São Bernardo foi à frente, porque dependia de dois gols para ficar com o título.

A confiança do time de Guaratinguetá prevaleceu, porque o time evitou um gol de empate que poderia deixar os minutos finais dramáticos e de campeão indefinido.

Os times

Os times

O Manthiqueira, do técnico Luís Felipe Domingos: Adalberto; Guilherme Cururu, Léo Turbo, Felipe Gomes e Luciano Pit; Léo Costa, Vitor Ono e Alex Kleber (Lucas Xandão 38´/2º); Lucas Batata (Victor Clemente 10´/2º), Lucas Lima (Dener 10´/2º) e Pedrinho.

O São Bernardo, do técnico Ricardo Costa: Kaíque; Dênis, Raphael, Allan Baiano e Rômulo (Victor Luís – intervalo); Tauã, Lucas Gomes (Nelsinho 20´/2º) e João de Melo; Eric Mamer (Bessa), Pedro Hulk e Felipinho.

O árbitro foi Salim Fende Chavez, com os assistentes Daniel Paulo Ziolli e Vitor Carmona Metestaine. O quarto árbitro: Lucas Canetto Bellote.

Na foto de cima (de Leandro Oliveira/AD Manthiqueira), a festa do campeão ao receber a premiação. Na foto do meio (de Celio Junior/Cortesia), Léo Costa está abrindo o placar da finalíssima.

Comments

comments