São José Basquete Feminino vai às finais

O São José superou o Presidente Venceslau nas semifinais do Campeonato Paulista da Basquete Feminino e vai decidir o título contra o Santo André. Na tarde deste sábado, o time joseense venceu o jogo de desempate, o terceiro do playoff e novamente na prorrogação, por 65 a 58.

A disputa pela vaga nas finais começou na terça-feira. O Presidente Venceslau, em casa, venceu por 61 a 59. No jogo da volta, na sexta-feira, um empate por 71 a 71 provocou uma prorrogação. O São José foi melhor no tempo suplementar e ganhou por 82 a 76.

Como a melhor campanha valia as vantagens do segundo jogo em casa e de um eventual terceiro também, os dois times voltaram à quadra do ginásio Cidade Jardim no final da tarde deste sábado.

No São José, o técnico Carlos Lima fez uma mudança na formação inicial, colocando Maila por Beatriz. O Presidente Venceslau, novamente desfalcado de Karen, manteve Larissa entre as titulares.

O time visitante abriu o jogo com uma cesta de três pontos e o São José demorou em pouco para engrenar. Depois, ao virar para um 7 a 3, deslanchou.

A desvantagem no marcador deixou as visitantes imprecisas e o time da casa, incentivado pelos torcedores, soube explorar o bom momento. Após favoráveis de 11 a 5 e 21 a 9, fechou o primeiro quarto com 21 a 12.

Mesmo desperdiçando vários ataques, o São José manteve a defesa com bom rendimento no segundo quarto. E sofrendo apenas oito pontos, venceu o parcial marcando 15. Assim, chegou ao intervalo com uma considerável vantagem de 16 pontos, ganhando por 36 a 20.

No entanto, o que parecia ser uma partida bem encaminhada, voltou a ser uma decisão imprevisível de vaga nas finais. O São José foi muito mal no começo do segundo tempo e o Presidente Venceslau, com liberdade para marcar 10 pontos, recuperou a confiança em um 30 a 36.

Despertado para o risco de ficar em uma situação ainda mais ameaçadora, o São José reagiu e cortou o ritmo das visitantes. Voltando a pontuar, reabriu uma vantagem significativa ao fazer 45 a 34. No fim da parcial, perdeu por 13 a 17, mas continou vencendo o jogo por uma boa margem ao colocar 49 a 37.

No começo do último quarto, o São José repetiu os erros do terceiro e o Presidente Venceslau encurtou novamente a diferença em um 44 a 49. Somente quando Paty cortou um passe e desceu em contra-ataque o time joseense voltou a marcar dois pontos, levando o resultado para 51 a 45.

Faltando quatro minutos, o São José vencia por 54 a 48, instigando o adversário a colocar todas as suas forças. E com uma cesta de três pontos, o visitante encostou de vez em um 51 a 54. Restando dois minutos e meio, tudo poderia acontecer.

Dramático

Para deixar o final ainda mais dramático, uma falta de dois arremessos livres foi aproveitada pelo Presidente Venceslau, apertando a contagem para a diferença mínima de um 54 a 53.

Com um minuto e meio para o encerramento, os dois lados tiveram ataques que não foram bem aproveitados. E restando sete segundos, o São José conseguiu falta para cobrar da lateral e outra para dois arremessos livres. Daila errou o primeiro, converteu o segundo e o placar ficou 55 a 53.

O Presidente Venceslau tinha a posse de bola e ainda seis segundos para fazer uma cesta de dois pontos, empatar a partida e provocar uma prorrogação de cinco minutos. Conseguiu, fechando o jogo em 55 a 55.

Na prorrogação, o São José reencontrou o seu melhor rendimento. Abriu seis pontos e quando as visitantes fizeram uma cesta de três, a vitória já estava bem encaminha. Nos cinco minutos, 10 a 3 para as joseenses e placar final de 65 a 58.

As equipes

O São José, do técnico Carlos Lima, começou com: Maila (3 pontos), Paty (13), Maíra (16), Fabiana (11) e Vitória (15). Entraram depois: Licinara (7), Beatriz (0) e Leidi (0). Permaneceram no banco: Stefane, Beatriz Oliveira e Tamires.

O Presidente Prudente, do técnico Flávio Prado, começou com: Larissa (9), Jeanne (17, a cestinha do jogo), Izabela (4), Bárbara (13) e Fabi (4). Entraram durante a partida: Clarissa (9) e Júlia (2). Permaneceu no banco: Joyce.

Na foto (Reprodução), o técnico joseense Carlos Lima orienta o time em uma falta cobrada da lateral.

Comments

comments