São José Futsal vence e Yoka Guará perde

No torneio de futsal que homenageia o goleiro Bagé, o São José venceu nesta quarta-feira à noite e avançou à semifinal. O Yoka de Guaratinguetá perdeu e voltará à quadra somente no ano que vem.

Idealizado para movimentar os times que não passaram às semifinais da Copa Paulista, o torneio Bagé teve oito times em quatro jogos de uma rodada única. Os vencedores continuam na disputa e aguardam a tabela das semifinais que também virão em rodada única.

No ginásio do Tênis Clube, o São José recebeu o Indaiatuba e goleou por 4 a 1. O Yoka também jogou em casa e sem alguns titulares que já entraram em férias. Como consequência, perdeu para o Bauru, por 3 a 2. Em Mogi das Cruzes, o time da casa foi derrotado pelo Uniara de Araraquara, por 4 a 2. Na terça-feira, a Intelli já havia eliminado o Hortolândia, por 5 a 2.

Sobre a vitória do São José, confira mais informações no material enviado por Brenno Domingues, assessor de Imprensa do time.

Apostando na posse de bola, o São José/Manguaça FS/Vale Sul Shopping trabalhava bem suas jogadas, fazendo valer a qualidade individual dos jogadores para subir ao ataque, sem dar nenhum espaço na defesa. O Indaiatuba respondeu nos primeiros minutos aplicando mais velocidade ao jogo, fazendo a bola rodar rapidamente de pé em pé, procurando por espaços na defesa joseense.

Felizmente esses espaços apareceram muito pouco na primeira etapa. Quando surgia uma finalização Rafa estava lá para impedir o gol e ligar rapidamente o contra ataque. Assim algumas chances foram surgindo. Leandrinho e Cesinha tiveram boas ocasiões. Mas foi somente depois da metade do primeiro tempo que saiu o primeiro: Rafa recebeu a bola atrás e lançou na pequena área onde Cesinha resvalou de cabeça para marcar em jogada clássica de pivô.

Atrás no placar o Indaiatuba se lançou à frente, tentando chegar à meta com jogadas bem trabalhadas. As chances iam surgindo, mas paravam constantemente na defesa de São José, muito equilibrada na partida. No final ainda deu tempo do São José ampliar o placar: Leandrinho cobrou lateral para Éder, que chutou forte praticamente do meio da quadra para fazer o segundo antes da saída do intervalo.

Etapa Complementar

A equipe da casa não diminuiu a intensidade do seu jogo e voltou exatamente como estava no primeiro tempo. O Indaiatuba não conseguia furar o bloqueio imposto por São José e só conseguia chutar a média e longa distância. Rafa ia fechando o gol.

O time joseense, quando subia, era sempre com perigo. Mancini e Leandrinho tiveram ótimas oportunidades, o primeiro em falta na intermediária e o segundo a partir de um contra-ataque. O placar seguia 2×0 para o São José.

Aos 4 minutos o Indaiatuba diminuiu com uma bola mascada que acabou entrando no gol para o azar da equipe do São José que já se posicionava para receber lançamento vindo da defesa. Depois disso os visitantes melhoraram, acelerando o jogo em busca do empate. Assim os joseenses foram obrigados a parar o lance muitas vezes, chegando a quinta falta consecutiva antes dos 10 minutos.

Foi aí que saiu o terceiro do São José, justamente quando sofria mais pressão. Éder, o Fio Marvilha, cobrou lateral forte dentro da área. A bola bateu em três jogadores antes de sobrar limpa para Cesinha, que só empurrou pro gol. Alguns minutos depois Mamute fez o dele. O camisa 11 levou pela ala, driblou se marcador e bateu na saída do goleiro para fazer o quarto. Goleiro-linha para Indaiatuba.

A forte defesa do time da casa ia levando a melhor nas jogadas trabalhadas de Indaiatuba, dando poucas oportunidades de gol. Estourado em falta, restava ao São José cercar o máximo que conseguiam dando combate somente na certeza ou no erro de seu adversário. Assim o tempo foi passando lentamente até o apito final. 4×1 em casa e classificação para a semifinal da competição.

Na foto (de Brenno Domingues/Divulgação), o joseense Mamute e a marcação de Flavinho, do Indaiatuba.

Comments

comments