Taubaté Futsal é campeão da Copa Paulista

O Taubaté Futsal conseguiu o seu primeiro título na divisão estadual de elite. Nesta sexta-feira à noite, novamente teve um jogo difícil contra o Dracena, mas soube explorar a vantagem dos empates.

Depois dos 3 a 3 do jogo de ida, em Dracena, o Taubaté podia empatar duas vezes no jogo de volta, em casa. No ginásio da Vila Aparecida, o tempo normal terminou 1 a 1. E nos últimos 10 minutos, placar de 2 a 2.

A partida foi equilibrada e de ataques alternados desde os primeiros movimentos. O Taubaté abriu o placar, aos 7min05s da etapa inicial, quando Vandinho escapou pela direita, cruzou rasteiro e Nenê foi oportunista dentro da área.

O Dracena reagiu no último minuto antes do intervalo, aos 19min13s. Em um passe aprofundado pela meia esquerda, Vitinho bateu em diagonal e rasteiro.

O segundo tempo teve os times mais expostos somente nos 10 minutos iniciais. Depois, o Taubaté procurou valorizar a vantagem do empate e esperar os erros dos visitantes. No entanto, o Dracena foi à frente, mas sem desespero, porque ainda tinha um prorrogação para a necessária vitória.

Prorrogação

O Taubaté esqueceu a vantagem do empate e foi ao ataque, abrindo o placar do tempo suplementar. Aos 3min41s, Felipe fez um excelente passe aprofundado e a diagonal da direita foi bem aproveitada por Jojô, desviando de primeira.

No entanto, o Dracena deu uma demonstração e força e virou no segundo tempo da prorrogação, com dois gols do artilheiro Rafa Martins. O primeiro, a 1min07s, foi um chute frontal, forte e no canto alto direito. O segundo, aos 2min51s, um chute da direita e quase sem ângulo.

Com dois minutos e nove segundos para igualar a contagem, o Taubaté teve calma e competência. Aos 3min21s, após eficiente troca de passes, o goleiro-linha Fabrício recebeu aberto pela esquerda e mandou um chute forte no canto alto direito.

Os visitantes ainda tiveram Paulo Vitor expulso, aos 9min29s e também um chute frontal nos últimos instantes. No entanto, o Taubaté soube proteger a meta de Gustavo e soltar o grito de campeão.

Os times

Os times

O Taubaté, do técnico Leandrinho Reis, começou com; Gustavo, Marcelo Paulista, Rômulo, Dieguinho e Fabrício. Entraram durante a partida: Felipe, Jojô, Vandinho e Nenê. Permaneceram no banco: Pezão, Vinícius, Kauê e Richardson.

O Dracena, do técnico Edilson Leite, começou com; Ceará, Paulo Vitor, Rafa Martins, Cleitinho e Rodriguinho. Entraram depois: Tatinho, Ramon, Gleison e Vitinho. permaneceram no banco: Padula, Welitinho e Gabriel.

O árbitro: Felipe de Fábio Ventura. O auxiliar: Nilson Carlos Rodrigues do Nascimento. O cronometrista: Luciano Durão Bento. O anotador: Marina de Oliveira Navas Peixoto.

Na imagens, Marcelo Paulista e Jojô levantando a taça (Divulgação) e Nenê protegendo a bola diante de dois jogadores do Dracena (Foto: Jonas Barbetta/Top10 Comunicação).

Comments

comments